Murilo :P

C++, Computação, Programação, Web e afins :)

Archive for the ‘STL’ Category

Coisas simples de se fazer em C++ que alguns ainda complicam #2 – Aplicar funções aos elementos de um contêiner STL

with 5 comments

Bom, essa é a segunda parte da série e vamos falar sobre uma maneira simples de aplicar uma função à todos os elementos de um contêiner STL (vector, list, deque, stack, etc) ou à todos os elementos de uma std::string.

Para isso usaremos a função std::transform().

No nosso primeiro exemplo, usaremos transform() com uma função que retorna o quadrado de um número.

#include <iostream> //cout
#include <algorithm> //transform()
#include <vector>

using namespace std;

int quadrado(int num)
{
        return num * num;
}

int main()
{
        vector<int> vetor;
        for (int i = 0; i < 10; i++) vetor.push_back(i);
        
        transform(vetor.begin(), //iterator pro incio do range desejado
                vetor.end(), //iterator para o fim do range
                vetor.begin(), //iterator para conteiner o destino 
                quadrado //função a ser aplicada
        );
        
        //imprime os valores.
        vector<int>::iterator it;
        for (it = vetor.begin(); it != vetor.end(); it++) {
                cout << *it << ' '; 
        }
        cout << endl;
        return 0;
}

Saida:

0 1 4 9 16 25 36 49 64 81

No segundo exemplo, mostramos como converter uma std::string para minúsculo com transform():

#include <iostream> //cout
#include <algorithm> //transform()
#include <string>
#include <cctype> //tolower, toupper

using namespace std;

int main()
{
        string url = "HTTP://MURILO.WORDPRESS.COM";                
        transform(url.begin(), url.end(), //origem
                url.begin(), //destino
                ::tolower); //função tolower da <cctype> (necessário ::)
        
        cout << url << endl; 
        return 0;     
}

Saída

https://murilo.wordpress.com

transform() também aceita funções com dois parâmetros, para que possamos aplicar uma função aos valores de dois contêineres e armazenarmos em um:

#include <iostream> //cout
#include <algorithm> //transform()
#include <complex>
#include <vector>

using namespace std;

complex<int> func(int real, int imag)
{
        return complex<int>(real, imag);
}

int main()
{
        vector<int> real; //parte real
        vector<int> imag; //parte imaginaria
        
        real.push_back(1);
        real.push_back(3);
        real.push_back(152);
        
        imag.push_back(5);
        imag.push_back(8);
        imag.push_back(12);
        
        vector< complex<int> > complexo(3); //reserva 3 posicoes
        
        transform(real.begin(), real.end(), //origem
                imag.begin(), //origem do segund
                complexo.begin(), //destino
                func //função
        ); 
        
        vector< complex<int> >::iterator it;
        for (it = complexo.begin(); it != complexo.end(); it++) {
                cout << *it << endl;
        }
      
        return 0;
}

Saída:

(1,5)
(3,8)
(152,12)

Até a próxima.
Ver a primeira parte da série.

Advertisements

Written by Murilo Adriano

27 de July de 2009 at 19:16

Posted in C/C++, Programação, STL

Tagged with ,